quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

A primeira intervenção de ano novo do escriba não poderia deixar de ser para o povo da capital.

Da cidade belíssima, conhecida, entre outros, por ser poiso das aves raras que nos governam, razão para, por si só, dever ser rodeada de um muro bem alto e impermeável, e enchida de àgua.

Antes, porém, o Estádio da Luz deveria ficar a salvo, como é natural nestas coisas de destruição da doença e da peste.


Esclareçam então o escriba, oh povo que foi festejar para a Praça do Comércio ou Terreiro do Paço,  ou lá que raio aquilo é, da duvida que o assiste:
- tendo em conta que dos Xutos nada há a dizer, o que vos saiu na passagem de ano? A fava ou o chouriço?




3 comentários:

  1. Respostas
    1. Sei pois.
      Mas tu não sabias isso quando escreveste o post :(
      Ai, magoei tanto. Quase me afoguei em prantos.

      Eliminar